quinta-feira, 23 de julho de 2015

carta de (des)amor


Queridas melgas,

          Aquece-me o coração saber que vocês gostam tanto de mim que não me largam. Mas talvez esteja a sentir-me sufocada (ou será comichão?). Agradecia que me dessem um pouco de espaço, de certeza que há por aí alguém mais "gostoso" do que eu. Procurem bem que irão encontrar.

                                                                                                       Com amor,
                                                                                                         Lani

                                                                                     

3 comentários:

  1. Cá em casa deixamos uma luz de presença no corredor para elas não nos incomodarem durante a noite :)

    ResponderEliminar
  2. São mesmo chatos! Com tanta gente para picar tem de ser a nós...
    -Elisabete

    ResponderEliminar

Faz barulho *